Fitossociologia aplicada ao Ordenamento e Gestão do Território

VII Encontro Internacional da Associação
Lusitana de Fitossociologia:
Fitossociologia aplicada ao Ordenamento e Gestão do Território

Escola Superior Agrária de Coimbra

24 e 27 de Junho de 2008

O território português é um espaço particularmente rico em Biodiversidade, sendo três quartos da sua área parte integrante do hotspot da bacia mediterrânica. Para isso contribuem o seu posicionamento na fronteira entre dois grandes biomas, a sua variada geomorfologia, o seu macroclima raro no mundo, e o seu complexo historial biogeográfico. Simultaneamente, as populações humanas que há milénios o habitam têm tido um relacionamento nem sempre equilibrado com os ecossistemas autóctones: são hoje abundantes as porções do território invadidas por espécies exóticas, ou depauperadas de endémicas, ou ainda sujeitas a fenómenos de erosão ou incêndios sem precedentes.As ciências da vegetação podem contribuir muito positivamente para o ordenamento e gestão de um espaço nestas condições - mas esse contributo poderá ser tanto maior quanto mais sinergias produzir com ciências ecológicas afins. Só quando se alia e aplica ao Urbanismo, ao Paisagismo, ao Conservacionismo, à Agricultura, à Silvicultura, à Cinegética, à Silvopastorícia, à Apicultura, ao Ecoturismo e à Engenharia do Ambiente é que a Fitossociologia ganha foros de ciência aplicada com um papel interdisciplinar.

São estas as considerações que justificam o tema do VII Encontro Internacional da ALFA: "Fitossociologia Aplicada ao Ordenamento e Gestão do Território - uma Abordagem Interdisciplinar". Assim se poderá contribuir para um maior conhecimento sobre a realidade contemplada nas Cartas Europeias de Ordenamento do Território e da Paisagem.

Programa - ver

Fonte: www.naturlink.pt

Por Tatiana - GeoPoetas

Comentários

Mensagens populares deste blogue

7º Encontro de Utilizadores ESRI

Bolsas de Investigação