Mestrado em Vulcanologia e Riscos Geológicos

"A região dos Açores, dado o seu enquadramento geodinâmico, é marcada por uma importante actividade sísmica e vulcânica, facto que a torna um laboratório natural de excelência para o desenvolvimento de estudos no campo das Ciências da Terra.

Beneficiando das potencialidades oferecidas pelo contexto ambiental onde se insere, o Mestrado em Vulcanologia e Riscos Geológicos incide sobre temáticas de grande interesse científico e de elevado impacte social, cultural e económico. Abrange os mais diversos domínios da Vulcanologia e dedica especial atenção aos aspectos relacionados com a prevenção e a mitigação dos riscos geológicos, tendo em conta a diversidade de estilos eruptivos passíveis de se observarem, assim como a ocorrência de sismos, de movimentos de massa, de fenómenos de desgaseificação e de tsunamis em áreas densamente povoadas e marcadas pela existência das mais diversas infra-estruturas básicas comunitárias."

Plano de Estudos:

  • Vulcanologia
  • Vulcanoestratigrafia
  • Cartografia Vulcanológica
  • Sistemas de Informação Geográfica
  • Ordenamento do Território
  • Riscos Geológicos
  • Cartografia de Riscos Geológicos
  • Geologia dos Açores
  • Técnicas de Monitorização Geofísica
  • Técnicas de Monitorização Geodésica
  • Técnicas de Monitorização Geoquímica
  • Gestão de Crises e Mec. de Resposta
Podem candidatar-se os titulares de licenciaturas em Geologia, Engenharia Geológica, Geofísica, Engenharia do Ambiente, Biologia/Geologia ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes às mencionadas. Excepcionalmente, poderão ser admitidos à matrícula titulares de outras licenciaturas, desde que apresentem um currículo que demonstre uma adequada preparação científica de base.

As candidaturas estão abertas até ao dia 11 de Setembro no Secretariado do Centro de Vulcanologia e Avaliação de Riscos Geológicos.

Boletim de Candidatura

Mais informações...

Por Tatiana - GeoPoetas

Comentários

Mensagens populares deste blogue

7º Encontro de Utilizadores ESRI

"Nasa revela que Antártida não está diminuindo e sim ganhando mais gelo"